fusíveis de vidro

Fusíveis de vidro são importantes para manter seguros seus projetos eletrônicos DIY. Eles cortam o fluxo elétrico quando há excesso, evitando que outras peças sejam danificadas. Esses fusíveis são úteis para proteger itens como alto-falantes, luzes e outros dispositivos.
7 resultados Ordenar por


O 3 mais popular fusíveis de vidro

O que são fusíveis?

Os fusíveis são componentes cruciais em uma ampla variedade de contextos, desde instalações industriais e equipamentos comerciais até produtos eletrônicos de consumo e projetos de bricolage. Eles atuam como paradas de segurança e são projetados para interromper um circuito elétrico em caso de sobrecarga ou curto-circuito. Ao fazer isto, não só evitam maiores danos nos componentes eletrónicos, mas também reduzem o risco de outros perigos, como incêndio, choque elétrico e até explosões em casos extremos.

Por que os fusíveis são importantes?

Os fusíveis são essenciais para a segurança geral dos sistemas elétricos e eletrônicos. Eles protegem não apenas componentes individuais, como microcontroladores e sensores, mas também pessoas que utilizam o equipamento. Se algo der errado no circuito, o fusível é a primeira linha de defesa contra possíveis danos e perigos.

Que tipos de fusíveis existem?

Existem diferentes tipos de fusíveis, cada um otimizado para aplicações e necessidades específicas. Cada tipo oferece recursos exclusivos que o tornam adequado para determinadas situações:

  • Fusíveis de vidro: Estes são frequentemente encontrados em equipamentos mais antigos e pequenos dispositivos eletrônicos. Eles são inspecionáveis visualmente, o que é útil para ver rapidamente se ainda estão intactos.
  • Fusíveis Cerâmicos: São mais resistentes a temperaturas mais altas e são frequentemente usados em aplicações industriais.
  • Fusíveis tipo lâmina: Comumente usados em carros, esses fusíveis são fáceis de substituir sem ferramentas especiais.
  • Fusíveis térmicos: Estes fusíveis reagem a temperaturas excessivas e são utilizados, por exemplo, em eletrodomésticos como máquinas de café ou secadores de cabelo.
  • Fusíveis Reinicializáveis: Eles podem ser redefinidos manualmente ou automaticamente e são úteis em aplicações onde é difícil substituir um fusível queimado.

Qual valor do fusível eu preciso?

Quando você escolhe um fusível, a tensão e a corrente são importantes. A tensão, em volts (V), deve ser maior que a tensão mais alta esperada. Então você pode ter certeza de que o fusível aguenta. A corrente está em amperes (A) e deve corresponder à corrente do seu projeto. Se a amperagem do fusível for demasiado elevada, pode surgir uma situação perigosa porque o fusível não “quebrará” a tempo em caso de sobrecarga. Se a amperagem for muito baixa, o fusível quebrará muito rapidamente, mesmo sob uso normal. Ambas as situações não são ideais, por isso é importante escolher o fusível certo para o seu sistema.

Qual é a diferença entre um fusível rápido e lento?

A escolha entre um fusível rápido e um lento depende muito da sua aplicação específica e do tipo de circuito eletrônico no qual o fusível é colocado. Os fusíveis rápidos respondem quase imediatamente a uma sobrecarga de corrente, o que é crucial para dispositivos eletrônicos sensíveis, como computadores complexos ou equipamentos de medição. Os fusíveis de ação lenta, por outro lado, são projetados para suportar picos de energia de curto prazo sem queimar imediatamente. Eles são, portanto, mais adequados para aplicações como motores elétricos, onde um pico temporário de corrente não é um grande problema. Ao escolher o tipo certo de fusível, você garante um equilíbrio ideal entre proteção e funcionalidade em seu sistema elétrico.




Avaliações de clientes sobre fusíveis de vidro

Webwinkelkeur Kiyoh Trustpilot Opencircuit